665 Works

Carcinoma Laríngeo/Hipofaringe localmente avançado: Protocolo de preservação de órgão!

Conceição Peixoto, Francisco Branquinho, Edite Portugal, Arnaldo Guimarães, Regina Silva, Sara Gonçalves & Leila Khouri
Objetivo: Compreender o papel dos protocolos de preservação de órgão no carcinoma localmente avançado de laringe/ hipofaringe e inferir alguns dos fatores preditivos. Desenho de estudo: Retrospetivo Material e Métodos: Foram selecionados todos os pacientes com carcinoma espinho-celular da laringe/hipofaringe tratados entre 2004 e 2009. Os pacientes iniciaram o tratamento com a quimioterapia de indução, seguida de radioterapia e quimioterapia concomitante ou subsequente. Os resultados foram analisados por avaliação clínica e imagiológica. Resultados: O estudo...

Papiloma invertido nasossinusal – Casuística do serviço de ORL do Hospital de Braga

Daniel Miranda, Miguel Breda, Diana Silva, Nuno Marçal, Sérgio Vilarinho & Luís Dias
Objectivos: Avaliar a casuística hospitalar relativamente aos papilomas invertidos nasossinusais operados. Desenho do Estudo: restrospectivo. Materiais e Métodos: analisados os processos clínicos dos doentes com diagnóstico histológico de papiloma invertido entre Janeiro de 1990 e Janeiro de 2014, tendo sido recolhidos dados demográficos, clínicos, imagiológicos e cirúrgicos relevantes. Resultados: 24 casos operados, correspondendo a um total de 19 doentes. A taxa de recidiva nesta série foi de 26%, sendo o tempo de seguimento médio de...

DISPLASIA FIBROSA CRANIO-FACIAL A PROPÓSITO DE DOIS CASOS CLÍNICOS

Herédio Sousa, Rita Ferreira, Sara Baptista, Cristóvão Ribeiro, Vitor De Sousa, Marques Pinto & Ezequiel Barros
.

Página do Colégio da Especialidade de ORL da Ordem dos Médicos

António Carlos Eva Miguéis
.

Tiróide lingual: apresentação de três casos clínicos e revisão da literatura

Carla Ferreira Gapo, J. Miguéis, A. M. Amorim, I. Ventura, M. C. Miguéis & A. Paiva
Introdução: Tiróide lingual é o termo aplicado a uma massa de tecido tiroideu ectópico localizado na base da língua, sobre a linha média. Ocorre por não migração da glândula nas fases iniciais da embriogénese para a sua normal localização cervical, a partir do local de origem. Embora possa permanecer assintomática, pode manifestar-se por disfagia, disfonia, obstrução das VAS ou hemorragia. Material e Métodos: Apresentação de três casos clínicos diagnosticados e tratados no nosso serviço de...

Hemangioendotelioma nasal: a propósito de um caso clínico

Sandra Sousa E Castro, Jorge Oliveira, José Abrunhosa & Cecília Almeida E Sousa
Os hemangioendoteliomas correspondem a um grupo amplo e heterogéneo de tumores vasculares que atingem ossos longos ou tecidos moles. Contudo, existem alguns relatos de envolvimento da cabeça e pescoço. Os hemangioendoteliomas localizados na cavidade nasal são extremamente raros, havendo um número muito reduzido de casos descritos na literatura mundial. São considerados lesões borderline cujo espectro varia desde lesões claramente benignas, como o hemangioendotelioma fusocelular, a lesões malignas como o hemangiossarcoma. Os autores relatam o caso...

Colégio da especialidade e seu papel na dinamização do internato da especialidade e na formação médica continua

Assunção O'neil
.

Página do Grupo de Rastreio e Intervenção na Surdez Infantil

Luísa Monteiro
.

Sarcoma de Kaposi da laringe - Caso clínico

Clara Silva, Carla Gapo, Natércia Silvestre, Jorge Miguéis, Ana Margarida Amorim, Sofia Caetano, Isabel Ramos, Maria José Julião & António Paiva
O sarcoma de Kaposi (SK) é a neoplasia mais frequente nos doentes com o Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (SIDA). O envolvimento da cabeça e pescoço é frequente, no entanto o atingimento laríngeo com dispneia é raro. Os autores apresentam um caso clínico ilustrativo desta patologia como manifestação inicial de SIDA. Doente de 37 anos, sem antecedentes patológicos relevantes, com queixas de dispneia alta, disfonia e disfagia com 2 meses de evolução. Apresentava formação vegetante supraglótica,...

Obstrução nasal no recém-nascido: Dois casos de estenose congénita do orifício piriforme

Alexandra Jerónimo, Ana Casas Novas, Inês Moreira, Carla Conceição, Inês Cunha & Luísa Monteiro
A Estenose Congénita do Orifício Piriforme (ECOP) é uma causa rara de obstrução nasal no recém-nascido, um respirador nasal obrigatório, e por isso potencialmente fatal. Obriga a diagnóstico diferencial com causas mais comuns como a atrésia choanal. Na clínica predominam a apneia episódica e a cianose cíclica, sendo o diagnóstico confirmado imagiologicamente. Pode surgir isoladamente ou associada a alterações crâniofaciais, hipopituitarismo e cromossomopatias. A correcção cirúrgica impõe-se face ao insucesso do tratamento médico. Este artigo...

Análise da anatomia do recesso frontal em tomografia computorizada: Estudo de 50 doentes

Marta Canas Marques, Marco Alveirinho Simão, Alberto Santos, Carlos Macor, Óscr Dias & Mário Andrea
Objectivo: Estudo da prevalência das células acessórias do recesso frontal em doentes com indicação operatória do foro nasosinusal. Desenho Estudo: Estudo anatómico em tomografia computorizada (TC) dos seios perinasais. Material e Métodos: Análise de TC dos seios perinasais de doentes com indicação operatória do foro nasosinusal. Os critérios de exclusão incluíram cirurgia prévia, rinossinusite complicada, doença que prejudicasse a visualização das estruturas. Resultados: Foram incluídos no estudo, 50 doentes com TC’s efectuadas em diferentes centros...

A avaliação acústica da voz nas práticas profissionais dos terapeutas da fala portugueses

Ricardo Sousa, Susana Vaz Freitas & Aníbal Ferreira
Introdução: A prática dos Terapeutas da Fala manifesta um crescente uso do método acústico, que favorece um diagnóstico vocal complementar. Assim, este estudo visa conhecer a utilização do método acústico e outros métodos de avaliação vocal (instrumentais e não-instrumentais), bem como relação entre estes. Material e Métodos: Um questionário sobre a utilização de métodos baseado em escalas de Likert, foi enviado a um conjunto de Terapeutas da Fala através de correio electrónico e, posteriormente, foi...

Deiscência do Canal Semicircular Superior - Abordagem Cirúrgica

Carla Guimarães Cardoso & Victor Correia Silva
Introdução: A Síndrome de Deiscência do Canal Semicircular Superior (SDCSCS) é uma causa rara, mas tratável, de vertigem. Caracteriza-se pela presença do fenómeno de Tullio, sinal de Hennebert e por hipoacusia de transmissão com presença de reflexo estapédico. O seu diagnóstico é confirmado por TC de alta resolução do osso temporal. O tratamento, no caso de clínica incapacitante, é cirúrgico. Descrição do caso: Descreve-se o caso de uma mulher, de 36 anos, com SDCSCS, com...

A experiência de ouvir música por parte de utilizadores de Implante Coclear

Marisa Alves, Jorge Humberto Martins, Helena Alves, Ana Sofia Melo, Daniela Ramos, Graça Oliveira, Isabel Magalhães, Carlos Ribeiro & António Diogo Paiva
Objetivos: A fruição da música é, atualmente, uma das dificuldades referidas pelos utilizadores de implante coclear. O objetivo deste trabalho foi investigar os hábitos de escuta de música e de fruição musical de adultos com surdez pós-lingual após implantação coclear. Material e métodos: O instrumento utilizado foi o “Questionário de Música de Munique”. Os participantes foram adultos com surdez pós-lingual neurossensorial severa a profunda bilateral com um tempo de utilização de implante coclear de, no...

FÍSTULAS DE LÍQUOR NASOSINUSAIS: CASUÍSTICA DOS ÚLTIMOS 15 ANOS

Vitor Manuel Oliveira, Joao Pimentel, Deodato Silva & Pedro Escada
Objectivos: Revisão da casuística de fístulas de líquido cefalorraquidiano (LCR) nasosinusais e avaliação da experiência e tratamento endonasal endoscópico destes defeitos da base do crânio. Métodos: Foram recolhidas de forma retrospectiva informações dos doentes referenciados à consulta e urgência do departamento de Otorrinolaringologia do Hospital Egas Moniz - Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, com sintomas e/ou sinais de fístula de LCR nasosinusais; doentes intervencionados com diagnóstico de fístula de LCR; e doentes submetidos a outros...

AVALIACÃO DA EFICÁCIA DA REABILITACÃO AUDIO-ORAL EM CRIANCAS COM SURDEZ PROFUNDA

Pedro Lopes Ferreira & Luís Filipe Silva
.

ANGIOFIBROMA NASOFARÍNGEO JUVENIL - CASOS CLINICOS

Marta Monteiro, Carla André, Mário Santos, Luís Antunes & João Marta Pimentel
.

TRAUMATISMOS CERVICAIS EXTERNOS

Sandra Alves, Manuela Ferreira, Mário Giesteira De Almeida, Artur Condé & Agostinho Silva
Os traumatismos da região cervical constituem acidentes associados a elevada morbilidade e mortalidade, exigindo, obrigatoriamente, cuidados apropriados e precoces. Os otorrinolaringologistas, dado o seu particular controlo onátomo-cirúrgico do região cervical, constituem parte integrante das equipas multidisciplinares de traumatismos nesta área, pelo que é fundamental um conhecimento profundo e actual do tema.

A A.P.O., as Especialidades, o protagonismo, a necessidade de união

Carvalho Sofia
.

Sarcoma sinovial de origen amigdalar. A propósito de um Caso

Dres. Vicente Pino Rivero, Juan Coma Aragón, Manuel Gil Calero, David Sánchez García, Manuel Rodríguez Carmona & Frederico Del Castillo Beneyto
Dentro de los tumores malignos de la orofaringe los sarcomas representan una variante inusual. Presentamos el caso clínico de un varón de 44 anos, sin antecedentes de interés, que refería dolor faríngeo y odinofagia de anos de evolución. La exploración O.R.L. reveló la presencia, sobre la amígdala derecha, de una neoformación lisa cuyo estudio Anatomo Patológico (AP) tras amigdalectomía fue informado como Sarcoma Sinovial. Posteriormente el paciente fue sometido a Radioterapia, precisó ingreso hospitalario tras...

Colégio da especialidade e seu papel na dinamização do internato

Luís Antunes
.

VALIDAÇÃO DO QUESTIONÁRIO RHINOPLASTY OUTCOME EVALUATION (ROE) PARA PORTUGUÊS

Sara Sena Esteves
Introdução: A cirurgia estética facial e os seus resultados continuam a ser um desafio, tanto para o doente como para o cirurgião. O Rhinoplasty Outcome Evaluation (ROE) é um questionário de fácil aplicação que abrange os principais aspetos que influenciam a satisfação do doente submetido a rinoplastia. Material e Métodos: Procedeu-se à tradução, adaptação cultural e validação do Rhinoplasty Outcome Evaluation da língua inglesa para o Português de Portugal. Resultados: A tradução e retradução, seguidas...

FIEBRE PERIÓDICA, AFTOSIS, FARINGITIS Y ADENITIS CERVICAL. NUESTRA EXPERIENCIA EN PACIENTES CON SÍNDROME PFAPA.

María Martín-Bailón, Clara García-Bastida & Ana Faraldo-García
Objetivo: análisis de nuestra experiencia en el manejo de síndrome PFAPA (Periodic Fever, Adenopathy, Pharingitis and Afthae) y revisión bibliográfica. Material y métodos: estudio observacional, prospectivo, descriptivo, de 8 pacientes menores de 15 años, diagnosticados de síndrome PFAPA según los criterios de Thomas entre agosto de 2014 y enero de 2015. Se analizan variables epidemiológicas, clínicas y analíticas. Resultados: edad media al inicio de los síntomas de 3,4 años; retraso diagnóstico medio de 3,1 años....

RINOMETRIA ACÚSTICA E SEPTOPLASTIA: AVALIAÇÃO PRÉ E PÓS-OPERATÓRIA

Vera Sofia Soares, Sandra Costa, José Carlos Neves, A. Margarida Amorim, Sofia Paiva, Carla Gapo, João Carlos Ribeiro, José Romão, Pedro Tomé, Mário Cruz & António Paiva
.

ALGUMAS DIFICULDADES NO PROGNÓSTICO - DA REABILITAÇÃO NA SURDEZ INFANTIL

Rui Ribeiro Nunes
A diversidade qualitativa da surdez profunda coloco inúmeras questões relativamente ao prognóstico e consequentemente ao tipo de intervenção a adoptar e em que momento adoptar. Estão em causa aspectos como distorções em intensidade, em frequência e no tempo, bem como a plasticidade cerebral com inegáveis consequências a nível do linguagem, fala e desenvolvimento cognitivo. As deficiências existentes nos meios de diagnóstico em realizar um prognóstico adequado, leva-nos a repensar os critérios de decisão no tipo...

Registration Year

  • 2020
    665

Resource Types

  • Text
    665