Um símbolo da vontade republicana de reformar o ensino normal: o edifício da Escola Normal Primária de Lisboa

Carlos Manique da Silva
Durante o período da I República o esforço reformador na área da educação procurou situar-se numa dinâmica de rutura face aos últimos anos de Monarquia. Mas, como notou António Nóvoa (1989), trata-se de uma reação / oposição que não se funda, essencialmente, numa questão pedagógica. De facto, o olhar niilista para o passado monárquico – o “espírito de presente” orientado para um “horizonte de expetativa”, para adotarmos as expressões de Justino Magalhães (2012, p. 11)...
This data repository is not currently reporting usage information. For information on how your repository can submit usage information, please see our documentation.