Metástases temporais: A propósito de um caso clínico

Sofia Decq Mota, Carolina Durão, Margarida Boavida, João Rego, Cristina Adónis & Filipe Freire
A metastização óssea para a cabeça e pescoço é rara. Em 20-35% dos casos, pode ser a primeira manifestação de uma neoplasia oculta. No caso específico do osso temporal, as metástases são originárias, mais frequentemente, da mama, pulmão, rim, próstata e estômago. Apresenta-se o caso clínico de uma doente, do sexo feminino, 71 anos, com Diagnóstico de Carcinoma Ductal tipo Cribiforme na mama esquerda, tendo sido submetida a mastectomia total, quimioterapia e radioterapia. À observação...
This data repository is not currently reporting usage information. For information on how your repository can submit usage information, please see our documentation.